Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 8 de março de 2015

Dia Internacional da Mulher

Super Mamika de Sacha Goldberger

Não seja babaca.
Não agradeça ou tente fazer mimos para as humanóides com cromossomo X duplicado nesse dia.

Aliás, vamos ser mais realistas?
Vamos ter um pinguinho de respeito e alteridade e se colocar no lugar delas?
Pratique um bocadão de humanidade todos os dias.
O mito do incêndio na fábrica têxtil pra justificar feriado?
(Vai pesquisar, jacu, vai pesquisar!)

Realmente PRECISA alguém morrer violentamente para o resto do mundo notar que a pessoa faz diferença?
(Oh os mártires, o que faríamos sem eles?)
Que precisa de "feriado consumível"?
Que precisa de atenção, carinho, amor, ternura, respeito?
Vamos usar o bom senso?
Sério que precisa de UM ÚNICO MALDITO DIA NO ANO para lembrar-nos que precisamos ter isso com alguém semelhante?

Sério mesmo?
Dia Internacional da Mulher?
Precisa mesmo de data marcada pra lembrar de ser... civilizado?

Links para se deliberar nesse feriado:
Não seja babaca.

(Lembre-se: enquanto você está lendo isso ou distribuindo beijinhos, abraços e flores para as mulheres que cercam sua vida, outras estão sendo vítimas de violência injustificável, crua e irracional.)

Compartilhe nas Redes Sociais